Principais motivos para o fechamento de franquias. A localização é muito importante para o varejo. Além dessa questão fundamental, a falta de capital de giro, a concorrência desleal, o treinamento insuficiente e a sazonalidade podem falir seu negócio. Como lidar com essas questões?
A localização é muito importante para o varejo. Além dessa questão fundamental, a falta de capital de giro, a concorrência desleal, o treinamento insuficiente e a sazonalidade podem falir seu negócio. Como lidar com essas questões?

Motivos para o fechamento de franquias

Quais são os principais motivos para o fechamento de franquias? É comum se observar, em centros comerciais e shopping centers, a proliferação de franquias. Porém, nem todas deveriam estar no local que estão instaladas.

Uma pesquisa recente da Franchise Solutions, empresa de consultoria especializada em franquias, elencou os cinco principais pontos que fazem uma franquia literalmente quebrar.

“Em primeiro lugar, apareceu a localização do ponto para instalação da franquia. Não foi um grande espanto para nós, que estamos habituados ao varejo, mas, para quem está começando sua pesquisa ou não tem experiência em franchising, esse pode nem ser um item tão importante. A verdade é que o ponto faz muita diferença e é preciso ser um bom avaliador para reconhecer quando ele é realmente bom”, diz Pedro Almeida, diretor da Franchise Solutions. Ele fala um pouco sobre os cinco pontos apontados na pesquisa:

Localização inadequada

Existem negócios que são de passagem e outros negócios que são de destino. A principal diferença é que negócios de passagem precisam ser instalados em locais com grande fluxo de pessoas ou de carros, com facilidades de acesso e visibilidade constante.

Já os negócios de destino não necessitam de locais com grande fluxo de passagem, porém precisam ter facilidade de acesso, como transporte público perto ou estacionamento exclusivo ou vinculado a convênio, para facilitar o acesso das pessoas que venham com seus próprios veículos.

Quer um exemplo? Renato Flora, franqueador da Saladenha, no ramo de alimentação saudável, diz que o faturamento da loja aumentou junto com a mudança da loja física.

“Estávamos instalados em local inadequado e, quando migramos a operação para um ponto com maior visibilidade, vi o faturamento do salão aumentar cerca de 40%. Portanto, posso garantir que a localização é a alma do negócio”, diz.

Capital de Giro

O segundo lugar na lista de motivos para o fechamento de franquia ficou por conta da falta de capital de giro adequado. Em muitas pesquisas, a falta de capital de giro sempre foi apontada como um dos entraves para o crescimento de uma franquia.

Ainda que existam muitas linhas de crédito disponíveis para franquias em bancos públicos e privados e o problema venha diminuindo a cada ano, esse ainda é o segundo colocado no ranking de erros que fazem a franquia fechar.

Treinamento insuficiente

É comum que o franqueador abra lojas em locais totalmente distantes da sua franqueadora e, muitas vezes, a equipe não é suficiente para suprir a demanda por treinamento dos franqueados e de seus colaboradores.

A falta de capacitação é uma das principais razões que alguns franqueados apontaram para o fechamento de sua unidade franqueada.

Os altos custos de treinamento, geralmente pagos pelo franqueado, inviabiliza a operação e despadroniza a franquia, levando-a ao fracasso.

Concorrência desleal

Outro dos motivos para o fechamento de franquias apontados nessa pesquisa, foi a concorrência desleal. Com o mercado já em crise, muitos empresários diminuíram drasticamente seus preços, mas, também, reduzindo quantidades de produto entregue e a qualidade da matéria-prima utilizada nos produtos e na prestação de serviços.

Como a franquia trabalha com padrão, oferecendo ao cliente o mesmo produto e serviço em todas as suas unidades franqueadas, não há o risco de o consumidor adquirir “gato por lebre”, mas, também, não há como reduzir os custos drasticamente.

Assim, em alguns casos, a concorrência desleal leva o cliente – principalmente aquele que só se preocupa com preço. A solução é investir no fortalecimento da marca, já que o valor agregado se traduz em qualidade e fideliza os clientes.

Sazonalidade

O quinto dos motivos para o fechamento de franquias foi o da sazonalidade. Todos os negócios possuem uma sazonalidade, seja ela maior ou menor, e no franchising não é diferente.

O importante é que o empresário perceba em que momento ela ocorre no seu setor e qual é o seu impacto na vida financeira da empresa.

Trabalhando dessa forma, poderá melhorar os resultados, com estratégias inteligentes, antes da sazonalidade chegar.

Se seu negócio é uma sorveteria, por exemplo, e você teme pelo inverno, é preciso se preparar antecipadamente, para criar uma estratégia que permita operar na época de baixa com outros produtos, por exemplo.

O franqueador precisa ajudar o franqueado nesta estratégia, já que é algo benéfico para toda a rede – o que não pode é esperar o frio chegar e seu faturamento congelar!

Sobre a Franchise Solutions

A Franchise Solutions é uma consultoria especializada em formatação de franquias, pesquisas de mercado e aumento de produtividade.

Pedro Almeida, diretor da consultoria, atua há 12 anos no franchising e tem como meta desenvolver trabalhos realmente personalizados para seus clientes, de maneira que as redes franqueadoras sejam estruturadas desde o começo de suas operações – ou se reestruturem adequadamente sempre que houver necessidade.

Mantenha-se atualizado sobre os motivos de fechamento de franquias e outros assuntos relacionados so universo do franchising, assinando a nossa Newsletter.

Motivos para o fechamento de franquias
Classificação 5 (100%) 13 votos