CVC Intercâmbio inaugura sua primeira loja

CVC Intercâmbio inaugura sua primeira loja – Marca busca diversificação

A CVC, uma das mais tradicionais franquias do setor de turismo no Brasil, anunciou sua primeira unidade da CVC Intercâmbio, um novo modelo da marca, que visa o atendimento ao público que está em busca de programas de educação no exterior.

Este público situado na faixa dos 18 e 35 anos é a nova aposta da rede que há um ano e meio, entrou neste segmento de cursos no exterior, buscando diversificar suas atividades.

A primeira unidade deste novo modelo foi inaugurada, em Santos, e será comandada pelo franqueado Márcio Cordeiro, que já atuava anteriormente no ramo de turismo e fez a conversão da agência para a bandeira CVC Intercâmbio.

A primeira loja, tem 50 metros quadrados e um layout diferenciado do modelo de agência tradicional da CVC. Nesse formato, a empresa usará a tecnologia digital para gerar maior interatividade e experiência ao cliente durante o tempo em que permanecer na loja.

Para a diretora de intercâmbio da CVC, Santuza Bicalho, “A ideia é criar um espaço que ofereça ao cliente uma experiência na hora de planejar a viagem, com consultoria especializada em intercâmbio cultural”.

CVC Intercâmbio é estratégia para diversificação

A novidade, segundo o presidente da CVC, Luiz Eduardo Falco, faz parte das estratégias de diversificação e de crescimento da empresa, por meio do incremento de receitas adicionais advindas de nichos complementares dentro do setor de turismo.

“O mercado é amplo e tem potencial de crescimento em todas as frentes, tanto no universo de lazer, no corporativo e agora, com lojas mais voltadas para a aérea educacional”, afirmou Falco. A CVC planeja novas aberturas de lojas focadas neste nicho ainda para este ano.

Além de cursos no exterior, o cliente também poderá adquirir nestas lojas outros produtos do mix da operadora, tais como passagens aéreas, seguro viagem, hospedagens, locação de carros, ingressos de parques, pacotes nacionais e internacionais, passeios, dentre outros.

Mercado em expansão

Para Santuza Bicalho, o lançamento da CVC Intercâmbio reforça a capilaridade da marca e permite atender à crescente demanda de clientes que buscam uma especialização no exterior. Para os empreendedores interessados em abrir uma franquia de intercâmbio cultural é mais uma opção.

“A competitividade no ambiente de trabalho e uma maior necessidade de diferenciação curricular são os fatores que tem estimulado boa parte dos estudantes brasileiros a procurarem uma experiência internacional. Após mais de um ano trabalhando o produto dentro da companhia, percebemos uma oportunidade de criar lojas focadas no atendimento de intercâmbio”, explicou Santuza.

Como o setor de intercâmbio cultural vem ganhando cada vez mais espaço no franchising brasileiro, essa é uma opção de investimento a ser analisada por quem pretende ingressar nesta área. Mantenha-se atualizado sobre novidades e a respeito da CVC Intercâmbio e outras franquias do setor, assinando nossa Newsletter.

CVC Intercâmbio inaugura sua primeira loja
Avalie este artigo